Contato

HISTÓRIA DO UNIFORME

HISTÓRIA DO UNIFORME

Os uniformes surgiram antes mesmo da moda, basta lembrarmo-nos das armaduras usadas pelos soldados do exército nas antigas cruzadas. Eram armaduras que ajudavam a identificar os integrantes de cada exército e serviam para auxiliar na formação de um grupo. Dessa maneira notamos que essas armaduras eram um tipo de uniforme.

Com o tempo a moda foi surgindo e principalmente a moda masculina teve muitas mudanças. O surgimento dos ternos, coletes, calças, paletós e blazers, sempre em tons escuros com as camisas claras foram as que deram o pontapé inicial para grandes descobertas no mundo da moda. Em pouco tempo os ternos passaram a ser sinônimo de elegância entre os homens.

A moda foi seguida por vários países e ao longo do tempo o terno se tornou um uniforme masculino, era considerado elegante que, os homens se vestissem ‘iguais’ e que seguindo um padrão. Com isso, várias adaptações foram surgindo conforme o clima a cultura o cotidiano e tecnologia de alguns países.

Foi com o crescimento da economia e consequentemente o aumento das empresas, que o número de trabalhadores também cresceu e o uniforme foi conquistando seu espaço.
Criado para identificar as pessoas que executam tarefas e funções, o uniforme, antigamente era visto como uma peça para trabalho. Hoje esse conceito vem sendo mudado. A entrada do marketing promoveu a transformação no uniforme em uma forma de comunicação e até mesmo um item que compõe a marca da empresa trazendo credibilidade e confiança aos clientes.

Os uniformes deixaram de ser vistos como um simples modo de identificar pessoas e organizações para serem elementos de combinação entre a marca, o funcionário, o cliente, a moda e a qualidade de serviço. Além de todas essas qualidades, o uniforme pode ser uma garantia de que os colaboradores sempre estarão devidamente bem vestidos durante suas atividades.

Marcado com